domingo, 14 de abril de 2013

Lembrem-se: aquele que semeia pouco, também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura, também colherá fartamente. (2° CO 9:6)

Você já saiu para tomar café da manhã c/ alguém cuja conta custou R$10,00 e observou  a pessoa se torturar por causa da gorjeta? A pessoa está c/ uma nota d R$2,00 na mão, + sabe q deixar apenas R$1,00 seria vergonhoso...+ será q ela deixa a nota d R$2,00? De jeito nenhum! Seria demais. Ao invés disso, gasta 10 minutos d sua vida tentando trocar os R$2,00 para deixar uma gorjeta d R$1,50 e economizar R$0,50, ao invés d deixar uma gorjeta “gorda demais” d R$2,00, + o q aconteceria se a pessoa desse os R$2,00? Ela economizaria um tempo precioso...tempo q sem dúvida alguma vale + do q R$0,50. E faria o dia da garçonete + feliz...ñ q R$0,50 significassem tanto assim para ela, + o recado q aqueles R$0,50 a + transmite é d grande valor! É como dizer a ela: “Obrigado! Você faz algo d valor!”. Talvez essa mensagem se perca... ela pode apenas aguardar a gorjeta sem contar, + a pessoa generosa sempre será abençoada e saberá instintivamente q escolheu o melhor... q oportunidade! Podemos aumentar a felicidade d outros, e também a nossa, através d meros trocados! Este é apenas um pequeno exemplo das muitas maneiras como as pequenas coisas q fazemos podem causar repercussões surpreendentes. As coisas pequenas ditam o rumo do nosso dia. Dar um passo a + em prol d alguém, seja c/ uma gorjeta, um elogio inesperado ou um presente, ou até mesmo segurando a porta para uma pessoa passar, enfim, existem várias ações q nós custam muito pouco e gera para nós uma grande recompensa. Aprendemos q a vida nos retorna o bem q fazemos como o espelho retorna nossa imagem. Aprendemos ainda q fazer  o bem é plantar flores nos caminhos pelos quais passamos  e q um dia chegará o grande dia da ceifa, onde nossas cestas estarão repletas dos frutos d tudo o q plantamos. O q talvez ñ tenhamos aprendido completamente é q se podemos escolher nossos amigos, ñ podemos escolher os alvos da nossa atenção. Quem tem uma necessidade, tem uma necessidade aberta a todos e ñ somente aos q estão próximos dele. Fazer o bem a alguém ñ é dar e considerar  isso como uma dívida, + distribuir e continuar seu caminho, sem olhar para trás para ver se o outro ficou agradecido. Nosso coração se aquece quando recebemos d volta um olhar agradecido, + quem nos agradece  verdadeiramente é Deus. Não faça algo por alguém q precisa d vc simplesmente, + por alguém q precisa.  Não podemos julgar as pessoas merecedoras ou ñ dos nossos favores. Quando nosso coração é generoso,  ele fecha os olhos e oferece-se. Quando Jesus nasceu,  foi para todos e quando morreu o amor confundiu-se c/  perdão no Seu coração... quando ressuscitou abriu as  portas do paraíso para quem caminhou ao lado dele, + também para quem O chicoteou. Fazer o bem sem olhar a quem é ver todas as pessoas d maneira igual, é dar um pedaço d pão, um agasalho, dar atenção.Há pessoas q precisam d comida e d teto, outras têm + do q  podem gastar....+ ñ existe quem ñ precise d nada e ñ existe quem nada tem para oferecer. Aqueles q possuem a luz d Cristo, a possuem e irão iluminando  todos os caminhos por onde passarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.