sábado, 29 de março de 2014

Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. (GL 3:28)

Essa é para meus Irmãos do Rio Grande do SUL, uma pequena e singela homenagem minha á vcs todos >>>>>>>

“Há quem goze do termo “TCHÊ”, q os Gaúchos falam, este linguajar. Se soubessem a sua origem, aí abaixo relatado, talvez mudassem sua opinião.” Sotaques e regionalismos na hora d falar são conhecidos desde os tempos d Jesus. Todos na casa do sumo sacerdote reconheceram Pedro como discípulo d Jesus pelo seu jeito "Galileu" d se expressar. No Brasil também existem muitos regionalismos. Quem já ñ ouviu um gaúcho dizer: "Barbaridade, Tchê"? Ou d modo mais abreviado "bah, Tchê"? Essa expressão, própria dos irmãos do sul, tem um significado muito curioso. Para conhecê-lo, é preciso falar um pouquinho do espanhol, dos quais os gaúchos herdaram seu "Tchê". Há muitos anos, antes da descoberta do Brasil, o latim marcava acentuada presença nas línguas europeias como o francês, espanhol e o português. Além disso o fervor religioso era muito grande entre a população mais simples. Por essa razão, a linguagem falada no dia, era dominada por expressões religiosas como: "vá com Deus", "queira Deus q isso aconteça", "juro pelo céu q estou falando a verdade" e assim por diante. Uma forma comum das pessoas se referirem a outra era usando interjeições também religiosas como: "Ô criatura d Deus, pq vc fez isso"? Ou "menino do céu, onde vc pensa q vai"? Muita gente especialmente no interior ainda fala desse jeito. Os espanhóis preferiam abreviar algumas dessas interjeições e, ao invés d exclamar "gente do céu", falavam apenas Che! (se lê Tchê) q era uma abreviatura da palavra caelestis (se lê tchelestis) e significa do céu. Eles usavam essa expressão para expressar espanto, admiração, susto. Era talvez uma forma d apelar a Deus na hora do sufoco. Mas também serviam dela para chamar pessoas ou animais, c/ a descoberta da América, os espanhóis trouxeram essa expressão para as colônias latino americanas. Aí os Gaúchos, q eram vizinhos dos argentinos e uruguaios acabaram importando para a sua forma d falar. Portanto exclamar "Tchê" ao se referir a alguém significa considerá-lo alguém "do céu"... q bom seria se todos nos tratássemos assim. Considerando uns aos outros como gente do céu. Um abraço, Tchê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.