sábado, 5 de julho de 2014

Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. (TG 1:22-24)

Assim como um espelho, a lei de Deus revela exatamente quem somos. É possível q, ao nos contemplarmos nela, fiquemos também horrorizados c/ o q virmos. Porém, destruir ou ignorar a lei ñ vai mudar nossa condição. As imperfeições continuarão no mesmo lugar. Uma olhada superficial na lei d Deus pode nos dar um sentimento d condescendência e, em nossa presunção, podemos imaginar q estamos muito bem. Mas Jesus revela q a obediência à lei vai além da superfície da letra; tem q ver c/ o coração. Aqui está um dos exemplos dados por Ele.

Transgredir o 6° mandamento: “Não matarás” (Êx 20:13) vai muito além do ato físico d matar. A raiva descontrolada, o ressentimento e a amargura são uma violação do mandamento. Temos d reconhecer as multiformes expressões do homicídio. Tudo começa no coração, através d atitudes repreensíveis. “Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte. (TG 1:14-15)” Então vc pergunta... Esse Mandamento trata somente d matar? E o Espirito Santo nós diz: “Não, proibindo o homicídio, Deus nos ensina q Ele detesta a raiz do homicídio, a saber: a inveja, o ódio, a ira, e o desejo d vingança. Ele considera tudo isso homicídio”.“isso é raiz do homicídio”, pq o ato da agressão é a realização d algo q já existia no coração. Portanto, estes são os elementos q têm d ser eliminados a fim d evitar o derramamento d sangue.

Diante da lei, todos somos pecadores. Nossa única esperança é a graça d Deus. Nosso orgulho, fruto d justiça própria, e nossa presunçosa complacência nunca poderão salvar-nos. Somente a graça d Deus pode nos redimir. Sem ela, estamos perdidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.